Paróquia Cristo Rei

1953

Nossa Senhora de Fátima

A fundação da capela deu-se no dia 17 de janeiro de 1953. O sócio fundador foi Carlos Oswaldo Friederichs, e a primeira diretoria estava constituída por José Fath, Carlos Oswaldo Friederichs, Silfredo Friederichs e Fridolino Simsem. A razão principal da fundação da comunidade, foi o fato de querer ter uma capela local e como na paróquia não tinha capela com esta padroeira, Frei Olímpio Reichert, na época deu a sugestão.

As terras foram doadas por José Fath. Para se adquirir o sino, cada sócio emprestou um pouco e o restante foi pago pelo caixa da comunidade. O salão foi construído para as festas da comunidade. O mestre de obras foi o senhor Edvino Maier. A capela foi construída pelo senhor Fredolino Simsen com ajuda da comunidade. O altar foi construído pelo senhor Liberio Machry, e os bancos a comunidade mesmo fez. As alfaias foram compradas pela comunidade. Os primeiros cantores e animadores foram: Norma Friederichs, Beno Fath e artur Gross. A primeira catequista foi Doraci Rodrigues, e no início nove crianças foram catequisadas.

As imagens da via sacra foram comprados pelos membros. Sentiu-se a necessidade da construção de um cemitério, as terras do mesmo, foram doados pelo senhor Leopoldo Lopes. A primeira pessoa a ser sepultada foi a senhora Catarina Lopes.

Sempre houve nesta capela as missas mensais, cultos, novenas em devoção a Nossa Senhora de Fátima. O tempo foi passando e os moradores foram diminuindo mas a devoção não.

Em meados dos anos de 2017, por incentivo e com coração alegre e cheio de ideias, o senhor Ênio Neinow e José Roberto Friederichs, levaram a comunidade a sugestão de construírem um santuário em honra de Nossa Senhora de Fátima. A mesma foi aplaudida pelos membros. Estes dois senhores com a ajuda de custo da comunidade, e de doações começar a construir o santuário, com duas rampas laterais com acesso a cadeirantes, uma parede de fundo com porta de vidro. O santuário foi construído ao lado da capela, um pouco nos fundos e em frente um grande pátio. A nova imagem de Nossa Senhora Aparecida foi doada pela Paróquia, e Padre Laerte Reis numa missa solene fez a benção da imagem onde uma criança em uma pequena almofada trouxe a coroa de Nossa Senhora.

 Assim também se deu início a primeira Romaria, foi dia 1 de outubro de 2017. Teve procissão com saída da esquina que vai pro senhor Julho Mombach e Paulo Friederichs, um trajeto íngreme, em direção ao Santuário. A imagem de Nossa Senhora sempre vai na frente de mão em mão. Após a chegada foi realizado a Santa Missa às 10:30h. Frei Geremaro Melz rezou a Missa.

Assim de ano em ano acontece a romaria, no início tivemos a participação de oitenta pessoas mais ou menos, mas cada ano esse número vem aumentando. Quem mais investe e motiva esse ato religioso é o senhor Ênio Nienow, o mesmo é ministro da eucaristia, juntamente com as senhoras Elza Fath e Elma Fath que é animadora da comunidade.

As primeiras romarias sempre foram sob chuva, mas chuva de bênçãos. Muita gente vem a pé da cidade para rezar junto com a comunidade e pagar promessas. A tendência é ficar algo grandioso. Atualmente as missas acontecem mensalmente, quem entoa os cantos é a senhora Diva Friederichs Fath que também participa dos cantos do coral.

Uma comunidade forte na fé, realiza missas bonitas e festas alegres.

Olá, podemos te ajudar?