Paróquia Cristo Rei

Pastoral da Esperança

A Pastoral da Esperança é a presença amiga, fraterna e solidária da comunidade eclesial junto àqueles que passam por um momento de dor com a perda de um ente querido, prestando solidariedade, conforto e apresentando súplicas para os defuntos e ao mesmo tempo dá aos vivos o consolo da esperança. A Pastoral deve lembrar aos presentes que a vida cristã não está limitada à realidade terrena, mas perpassa esse tempo e esse lugar. O Senhor Ressuscitado é o modelo perfeito da nossa realidade futura, o que nos anima na superação deste momento (cf. Jo11,25; Rm 6,4; Ef 2,6; Cl 3,1; 2 Tm 2,11).

Missão da Pastoral

Confortar espiritualmente as famílias enlutadas (através de celebrações bem preparadas, visitas, presença etc).

Assistir estas famílias nos velórios.

Preparar com especial zelo a celebração das exéquias, considerando o profundo sentido pascal da morte cristã, a sensibilidade dos presentes e a necessidade de se aproveitar o momento para trazer o real sentido da morte.

Celebrar as exéquias, valorizando todos os símbolos inerentes àquele momento (a Bíblia, as velas, as flores, a cruz etc).

Realizar encontros de oração nas residências destas famílias.

Evangelizar e mostrar que não se reza apenas pela morte, mas sim pela ressurreição, pela vida eterna.

Aproveitar o momento de sensibilidade humana para falar da esperança a todos e da necessidade da fé na ressurreição dos mortos como ponto central da vida cristã.

Providenciar sepultamento dos indigentes ou de pessoas que não tenham família.

Condições para o exercício da missão na Pastoral

O agente da Pastoral da Esperança deve:

Ser uma pessoa de esperança, acolhedora, atenciosa e devidamente preparada;

Dar testemunho de vida cristã;

Ser disponível para as necessidades da comunidade eclesial;

Ter sensibilidade para o sofrimento humano e estar preparado para o conforto humano com uma Palavra de Esperança diante da dor e das necessidades da vida cristã dos familiares.

 

Olá, podemos te ajudar?